sexta-feira, 25 de novembro de 2011

O sistema endócrino


Hormônios são produzidos pelas glândulas do sistema endócrino e atuam como mensageiros químicos no sangue, afetando o funcionamento das células. Somente algumas células no corpo, conhecidas como células-alvo, são receptivas a hormônios particulares. Receptores hormonais são encontrados tanto expostos na superfície da célula ou dentro dela, dependendo do tipo de hormônio. A ligação do hormônio ao receptor desencadeia uma cascata de reações dentro da célula que afeta praticamente todas as funções do corpo.

As principais glândulas endócrinas



Glândula pineal: secreta um hormônio que pode ajudar a regular os padrões de sono e vigília.

Hipotálamo: controla a temperatura corporal, o apetite e o balanço de água no corpo, além de ser o principal centro da expressão emocional e do comportamento sexual. O hipotálamo faz também a integração entre os sistemas nervoso e endócrino, atuando na ativação de diversas glândulas produtoras de hormônios.

Glândula pituitária: também chamada a glândula mestre, produz hormonios que controlam várias outras glândulas endócrinas.

Glândula tireóide: (ou paratireóide): hormônios que controlam a velocidade com que as células queimam o combustível a partir de alimentos, a fim de produzir energia.

Glândula timo: desempenha um papel importante no desenvolvimento do sistema imunológico no início da vida.

Glândulas supra-renais: desempenham um grande papel na regulação da resposta do organismo ao estresse, equilibrando o sistema imunológico e o metabolismo.

Gônadas: (testículos nos homens e ovários nas mulheres) secretam os hormônios sexuais, testosterona nos homens e estrógeno e progesterona nas mulheres, que controlam o desenvolvimento sexual, desejo sexual e fertilidade.

Ilhotas de Langerhans: células especializadas do pâncreas, funcionam como glândulas endócrinas. Eles secretam a insulina necessária para o metabolismo de açúcar.

Os hormônios secretados por cada uma dessas glândulas tem um efeito dramático sobre a psicologia humana, e desequilíbrios neles podem causar problemas físicos e emocionais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário