quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Urdhvamukha svanasana


Urdhvamukha svanasana (Postura do cachorro olhando para cima)

Benefícios: Fortalece e estabiliza os ombros, peito, braços e abdome. Desenvolve flexibilidade na coluna. Alonga os músculos peitorais e os músculos profundos do abdome.

Contra-indicações: Lesões nos punhos. Síndrome do túnel do carpo. Lesões nos ombros. Dores na lombar. Hérnia de disco.

Utthita Hasta Padangusthasana


Utthita Hasta Padangusthasana (Postura do polegar no pé com a mão estendida)

Benefícios: melhora a concentração, coordena o equilibrio do sistema nervoso e muscular. Os músculos das pernas e quadril são tonificados, os tendões são alongados, beneficiando os joelhos e tornozelos.

Contra-indicações: Esse àsana não deve ser praticado por pessoas com dor ciática e problemas no quadril.

Chakrāsana


Chakrāsana (Postura da Roda)

Benefícios: a prática dessa postura fortifica as pernas. Beneficía os sistemas nervoso, digestivo, cardiovascular, respiratório e glandular. Influencia as secreções hormonais e ajuda a aliviar diversas disordens ginecológicas.

Contra-indicações: não deve ser praticada por pessoas com qualquer tipo de doença. Pulsos e lombar doloridos. Durante a gravidez, ou se está muito cansado. Hérnia de disco.

Variação:



quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Harmonia ao se alimentar



Alimentos de sabor doce se tornam azedos em nosso trato digestivo quando as emoções presentes durante a ingestão do alimento são negativas. Nuca coma se estiver chateado, pois é uma agressão ao seu corpo e uma falta de respeito com quem cozinhou e com o alimento em si. O estado de espírito também conta não só quando nos alimentamos mas também quando preparamos o alimento.

O silêncio é a melhor sadhana para manter durante as refeições; uma conversa leve em tom suave é aceitável. É importante manter uma rotina durante as refeições, sendo que devem ser mantidas no mesmo horário todos os dias. Entretanto, existem horários benéficos para cada tipo de corpo e é difícil coordenar esses horários em uma família por exemplo. Pessoas que tendem a ganhar peso com facilidade não devem dormir logo após as refeições. Algumas considerações gerais para todos os tipos:

Ofereça uma prece de gratidão pelo alimento antes de iniciar a refeição.
Tome meia xícara de água morna se sua digestão estiver lenta ou agni fraco. 
Verifique se sua narina direita está desobstruída antes da refeição.
Permita um espaço de tempo de algumas horas da última refeição e o horário de dormir.
Dê uma leve caminhada após as refeições para facilitar a digestão.
Nunca coma com pressa ou muito devagar.
Nunca coma em pé, andando, deitado ou assistindo TV.
Preencha o estômago, mas sem saturação.
Espere pelo menos 3 horas antes de ingerir outros alimentos.
Procure não ter atividade sexual logo após uma refeição.

A nossa digestão inicia pela boca, quando introduzimos o alimento, sentindo seu sabor, ativando as papilas gustativas. A mastigação é uma forma de meditação e se não a fazemos da maneira propícia nós privamos o nosso corpo de receber os nutrientes necessários e cortamos o processo de assimilação da energia do alimento, as memórias e a sabedoria que ele sustenta. Procure praticar a quietude e o relaxamento enquanto se alimenta.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Ciclos do dia e os doshas




A terra está em constante mutação e seus ciclos são influenciados através da sua relação com o sol e a lua. Verificamos abaixo os ciclos do dia onde os doshas VATA, PITTA e KAPHA são dominantes.

VATA: 2h às 6h e 14h às 18h
PITTA: 10h às 14h e 22h às 2h
KAPHA:  6h às 10h e 18h às 22h

Ao nascer do sol, Vata domina, Pitta é neutro e Kapha acumula.

Pela manhã, Vata reduz, Pitta acumula e Kapha domina.

Ao meio dia, Vata é neutro, Pitta domina e Kapha reduz.

À tarde, Vata acumula, Pitta reduz e Kapha é neutro.

No pôr do sol, Vata domina, Pitta é neutro e Kapha acumula.

À noite, Vata reduz, Pitta acumula e Kapha domina.

À meia noite, Vata é neutro, Pitta domina e Kapha reduz.

Cada dia nós vivenciamos seis fases de expansão e contração, que são controladas pelo sol. No nascer do sol, as qualidades secas, frias e móveis de Vata prevalecem. Pela manhã a energia fria e pesada de Kapha começa a sair de nosso corpo à medida que despertamos. Ao meio dia, quando o sol está no pico e aquece nosso corpo com seu calor, Pitta prevalece. No meio da tarde, quando a energia do sol já não está tão forte, a qualidade seca e fria de Vata volta a dominar. No pôr do sol, Kapha volta são nosso corpo induzindo-nos ao descanso. A meia noite, quando o sol está longe da terra, Pitta prevalece mais uma vez.

Controlado pelas ondas de calor vindas do sol, o calor do corpo está no pico ao meio dia e a meia noite, onde Pitta é dominante. As junções do dia para a noite e da noite para o dia, são dominantes por Vata e Kapha.

Quando Kapha predomina de dia deve-se priorizar limpezas e atividades corporais e alimentação leve.

Quando Pitta predomina de dia deve-se aproveitar para desenvolver atividades intelectuais e absorver a principal refeição do dia, o almoço até no máximo 13:30.

Quando Vata predomina de dia é interessante aproveitar para desenvolver trabalhos criativos e intelectuais, atividades lúdicas, meditação, exercícios suaves e aterradores, caminhadas ao ar livre, pranayamas (exercícios de respiração consciente).

Quando Kapha predomina a noite é um período para iniciar o processo de recolhimento, diminuir o ritmo das atividades, priorizar uma alimentação leve e procurar se recolher para o sono até por volta das 22h.

O horário Pitta noturno induz a atividade do organismo trabalhando a favor da renovação das células, digestão de processos físicos e emocionais promovendo um repouso restaurador.

O horário Vata noturno promove o sono e repouso profundo, elaboração de sonhos e incita o organismo a despertar com o nascer do sol.

O ciclo do dia dos órgãos e doshas

O nosso organismo como o planeta terra são influenciados pelo sol e pela lua e durante o ciclo do dia alguns órgãos e doshas são afetados ciclicamente de 2 em 2 horas.

11h – 13h | Pitta | Coração

13h – 15h | Pitta | Intestino delgado

15h – 17h | Vata | Bexiga

17h – 19h | Vata-Kapha | Rim

19h – 21h | Kapha | Pericardio

21h – 23h | Kapha-Pitta | Cavidades do corpo

23h – 1h| Pitta | Vesícula Biliar

1h – 3h | Pitta | Fígado

3h – 5h | Vata | Pulmões

5h – 7h | Vata | Cólon

7h – 9h | Kapha | Estômago

9h – 11h | Kapha-Pitta | Baço

O comportamento dos doshas e a digestão

Logo após a refeição Vata é neutro, Pitta acumula e Kapha domina.

Durante a digestão Vata acumula, Pitta domina e Kapha é neutro.

Após a digestão Vata domina, Pitta reduz e Kapha é neutro.