sábado, 4 de janeiro de 2014

Prana, Tejas e Ojas



 Arte: Vrindavan Das

Três energias que em uma combinação harmônica promovem bem estar e felicidade.

PRANA: Energia vital que organiza o funcionamento da inteligência sutil. Dá vitalidade à mente e é captado pelos chakras. A qualidade do prana expressa a mente. Tem função espiritual que se abre com a meditação, mantras e disciplina espiritual. Proporciona entusiasmo, flexibilidade mental e física. Desenvolve a compreensão e a coordenação de ideias, criatividade e comunicação. Governa o processo de desenvolvimento do corpo e da mente. Percebe-se nas pessoas pela motivação pela vida. Captado pelo Prana Vayu.

TEJAS: energia mais sutil de Pitta. Promove a inteligência, a razão, a paixão pelo conhecimento e pelas descobertas, paixão pela vida, promove o poder de auto discuplina. Por causa de Tejas, as nossas células sabem como se comunicar umas com as outras através de hormônios e outros mensageiros biológicos. Governa a capacidade de percepção evidenciada pela clareza mental promovendo coragem, audácia e valor. Captado pelo Sadhaka Pitta.

OJAS: Energia mais sutil de Kapha, responsável pela sublimação final do processo energético com a proteção dos canais energéticos Nadis favorecendo a retenção do prana pelo corpo. Promove a força mental, atua na capacidade da memória e na permanência no estado da concentração. Fortalece o sistema imunológico, resistência física, capacidade para sustentar o trabalho e o esforço. Fertilidade é um sinal de ojas, porque o corpo nutre os órgãos reprodutivos somente após os outros tecidos forem nutridos. Em nível psicológico dá estabilidade e segurança na vida promovendo a paz mental. Percebe-se nas pessoas pelo contentamento, autoestima e pela calma. É absorvido pelo Tarpaka Kapha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário