terça-feira, 28 de julho de 2015

Inverno quente



O inverno por ser uma estação naturalmente fria obriga-nos ao aquecimento. Esse aquecimento implica no acúmulo de uma reserva de gorduras que proporciona energia, mas também produz um excesso. A fome no inverno geralmente é maior do que nas outras estações e isso faz com que geremos energia, mas também toxinas que se transformam em excesso de peso consequentemente a inércia. A alimentação escolhida nesta estação é mais consistente, gordurosa, pesada e prevalecem os sabores doce e salgado.

O calor do aquecimento das refeições é benéfico para promover a ativação do fogo digestivo. Além do calor é interessante incluir o sabor picante que ajuda a potencializar o metabolismo. É importante moderar alimentos que produzem ama (toxinas). Esses seriam excesso de laticínios, produtos industrializados, refrigerantes, bebidas alcoólicas, frituras, carnes gordurosas, doces refinados, farináceos.

Dentre os alimentos e temperos que podemos incluir no nosso cardápio de inverno temos a canela, cravo, gengibre (seco e fresco), noz moscada, pimentas, açafrão da terra, cardamomo, alho, alho poró, cebola (para vata e pitta em desequilíbrio deve-se usar alho e cebola cozidos), hortelã, mel, melado, semente de gergelim, girassol, abóbora, castanhas e nozes, tofu, azeite, grãos, raízes, comidas quentinhas (sopas, refogados, no vapor, chás, água morna).

O calor também pode ser ativado na forma de exercícios físicos que promovem o funcionamento do metabolismo queimando o que foi acumulado levando o organismo a um equilíbrio entre o calor interno, digestão leve e ativa e a disposição integral.

Mais um detalhe importante é a nutrição da pele nesta estação que é naturalmente seca, com óleos que se destacam por sua potência quente. O mais cotado é o óleo de gergelim prensado a frio. A auto massagem com esse óleo aquece e tonifica o corpo todo promovendo aterramento, sono tranquilo, alívio de dores crônicas e harmonização da mente.

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Dicas para um bom sono


Muitos estímulos sensoriais, muitas informações, tecnologia, trabalho, correria, energias invisíveis, stress, ansiedade permeiam a vida de muitas pessoas. Tudo isso contribui para uma desconexão com o ritmo da natureza e o ritmo interno de cada um. Pessoas acordam tarde, dormem tarde, comem compulsivamente, comem de menos, comem errado, comem em horas erradas, trabalham demais ou de menos, trabalham com o que não dá prazer, vícios e assim por diante.

Existem muitos fatores da nossa rotina diária que consideramos "normais", por estarmos acomodados com eles, que podem contribuir para o aparecimento de desequilíbrios emocionais e físicos.

A qualidade do sono e da alimentação são muito importantes para uma boa saúde.

Segue abaixo algumas dicas para um sono tranquilo e restaurador:

Durma cedo até no máximo 22h, 22:30 que é o final do horário Kapha da noite. A partir desse horário entra o horário Pitta noturno que induz a atividade do organismo trabalhando a favor da renovação das células, digestão de processos físicos e emocionais promovendo um repouso restaurador. Assim, é importante se recolher até o início do horário pitta noturno para que o organismo se restabeleça harmonicamente.

Prepare-se para o sono. Quando o sol se põe o nosso metabolismo já está mais lento e pede a redução das atividades intelectuais e físicas e a moderação da alimentação. Por isso é importante fazer a última refeição até no máximo 20h. Evite a ingestão de carnes e excessos a noite.

Tome um banho morno antes de dormir para limpar as energias do dia. Faça uma auto massagem com um óleo indicado para a sua constituição. O óleo de gergelim por sua potência aquecedora e aterradora é o mais indicado em casos de insônia e ansiedade. O escalda pés com sal grosso e ramas de lavanda é uma ótima pedida para uma boa noite de sono.

Reduza a luminosidade do ambiente. A luz de velas é bem terapêutica.

Evite ficar preso(a) na tv ou computador a noite. Experimente ler uma boa literatura, conversar com amigos e família, algum hobby suave, atividades criativas, música suave, meditação, exercícios de respiração antes do jantar ou antes de dormir, exercícios leves de alongamento ou yoga.

Tome um chá de melissa ou camomila, erva doce, capim limão, cidreira, rosa branca, hortelã, noz moscada com mel.

Ascenda um aromatizador com óleo essencial de lavanda ou camomila.

Procure observar a posição que você dorme. Evite dormir de bruços. Se gostar de dormir de barriga para cima coloque uma acomodação para os joelhos que proporciona um relaxamento da lombar. Cuide com a altura do travesseiro, nem muito alto, nem muito baixo. Dormir de lado é bom, mas deve-se colocar uma acomodação entre os joelhos para alinhar o quadril. Devemos lembrar que ficarmos muito tempo na mesma posição durante a noite.

Ótima noite de sono para você!